Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2009

Tempo...

M: - Então, o que é que se passou?
T: - Ela acabou comigo...
M: - Mas já não gosta de ti?
T: - Não sei! Ela pediu-me um tempo.
M: - Acho que ela anda a ver muito a Rebelde Way e os Morangos!
T: - Também acho, professor. Mas sempre é melhor ela ter pedido um tempo do que ter acabado tudo. Assim ainda posso vir a namorar com ela...

Os convencidos e a graxista

M: - Tu és muito convencido!
P:- Pois sou!
M: - Mas isso não é bom.
P: - Eu sei disso. Mas tem de ser, sou assim!
M: - É inevitável, não é?! Eu também sou, deixa lá...
P:- É mesmo inevitável...
C: - Ah, mas o professor tem razões para isso!


Passarola

Durante uma aula em que falávamos de palavras homófonas...



D: - Professor, para cozer com "z" desenha uma passarola!
M: - Passarola ou caçarola?!
G: - Professor, ele deve ter um tacho só para os pássaros e para as galinhas...

Borbulhas

Sou pessoa de ligar a detalhes, de se preocupar com coisas pequenas...
Entendo que é através das coisas pequenas que surgem as grandes.
Escrevo para falar da chatice que é ter borbulhas. Ultimamente tenho sido um desafortunado em relação a borbulhas, ou afortunado, dependendo do ponto de vista.
Há cerca de três semanas apareceu-me uma borbulha no olho e fui parar a um oftalmologista fanático que vibrava a cada gota de pus dizendo: “Está a drenar!”
Nessa altura eu gesticulei por tudo quanto era sítio e as minhas pernas mexiam-se descontroladamente, sem que eu pudesse pará-las... e ele, como se nada fosse dizia para eu me chegar para a frente que queria espremer tudo o que ali houvesse. Ainda lhe fiz uma pergunta: “Mas quem é que tem as dores, aqui?!”, mas ele não me ligou muito e com todo o seu ar de sanguinário continuava: “Pare quieto... Está a drenar!”.
Após seguir os conselhos do médico que me atendeu o olho ficou bom e pensei nunca mais vir a ter problemas daquele tipo. Até que uma bor…